quinta-feira, 28 de outubro de 2010

"Frases de Gandhi"

“Eu seria cristão, sem dúvida,
se os cristãos o fossem vinte e quatro horas por dia”
*
“Temos de nos tornar na mudança que queremos ver”
*
“Posso ser uma pessoa desprezível,
 mas quando a verdade fala em mim, sou invencível”
*
“Há riqueza bastante no mundo para as necessidades do homem,
 mas não para a sua ambição”
*
“O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente”
*
“Aprendi através da experiência amarga a suprema lição:
controlar minha ira
e torná-la como o calor que é convertido em energia.
Nossa ira controlada
pode ser convertida numa força capaz de mover o mundo”
*
“Se queremos progredir,
não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova”
*
“As doenças são os resultados não só dos nossos atos,
mas também dos nossos pensamentos”
*
“O amor é a força mais sutil do mundo”
*
“O amor é a força mais abstrata,
 e também a mais potente que há no mundo”
*
“Aqueles que têm um grande autocontrole,
ou que estão totalmente absortos no trabalho,
falam pouco.
Palavra e ação juntas não andam bem.
Repare na natureza: trabalha continuamente, mas em silêncio”
*
“Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho”
*
“A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido
e não na vitoria propriamente dita”
*
“As religiões são caminhos diferentes
 convergindo para o mesmo ponto.
Que importância faz se seguimos por caminhos diferentes,
desde que alcancemos o mesmo objetivo”
*
“A força
não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável”
*
“O fraco jamais perdoa:
 o perdão é uma das características do forte”
*
“Olho por olho, e o mundo acabará cego”
*
“O medo tem alguma utilidade, mas a covardia não”
*
“Um homem não pode fazer o certo numa área da vida,
 enquanto está ocupado em fazer o errado em outra,
 A vida é um todo indivisível”
*
“Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência.
Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário,
não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome”
*
“O amor nunca faz reclamações; dá sempre.
O amor tolera; jamais se irrita e nunca exerce vingança”
*
Postar um comentário