quinta-feira, 10 de maio de 2012

"Tormenta"

Viver
não é esperar a tempestade passar..
.É aprender como dançar na chuva.
e se for inevitável,
deixe acontecer!!

Por isso eu:

Assobio com o vento
E grito para o trovão
Sigo a pista dos raios
Sem perguntar onde vão

Não tenho medo de tormenta
Tormenta me da prazer
Tormenta me faz lembrar
O nome duma mulher

A tormenta não me assusta
Eu gosto de tempestade
Ando montado nas nuvens
fugindo duma saudade

Tenho no mar a guarida
preparada pra descanso
da areia faço minha cama
e das ondas meu balanço

Da neblina uma cortina
Do mar profundo, um espelho
Onde a lua reflete
Teu corpo como um desenho

Meu namoro com a Lua
Não tem inicio nem fim
Mas a tormenta e ciumenta
e esconde ela de mim

Não tenho medo de tormenta
Tormenta me da prazer
Tormenta me faz lembrar
O nome duma mulher

                                                 Stand By – 3/2010

Postar um comentário